Celebrity Cruises terá a primeira viagem liderada por uma equipa feminina

Com a iniciativa “Bridge the Gap”, a companhia de cruzeiros pretende equilibrar em termos de género as suas equipas e fará, no Dia Internacional da Mulher, a 8 de Março, a primeira viagem liderada por uma equipa feminina, a bordo do Celebrity Edge.

A “Bridge the Gap” da Celebrity Cruises tenta combater as estatísticas de que apenas 2% dos oficiais e comandantes do mundo são mulheres. Na companhia de cruzeiros 22% das suas equipas de comando são constituídas por mulheres, tendo contratado também a primeira comandante de navios de cruzeiros, Kate McCue.

A partida que ocorrerá no Dia Internacional da Mulher de 2020 vai ter a comandante Kate McCue ao comando, acompanhada por 26 mulheres, que constituirão a primeira equipa de liderança feminina de navios de cruzeiro, com proveniência de 17 países diferentes.

Para esta viagem, a Celebrity Cruises está a preparar uma programação especial, incluindo exposições e exibições artísticas nocturnas, leilões de arte de artistas que retratam o feminino, um design exclusivo, eventos especiais, programação dedicada, um torneio de voleibol aquático e um painel de discussão inspirado na liderança feminina do navio.

“Nos últimos anos, trabalhamos muito para diversificar a tripulação a bordo e trazer mais mulheres para o nosso sector de actividade”, explica Lisa Lutoff-Perlo, presidente e CEO da Celebrity Cruises, que também estará presente na viagem especial com partida no Dia Internacional da Mulher. “Temos o privilégio de poder contar com muitas mulheres extraordinárias, experientes e qualificadas […] e também celebramos os muitos homens que continuam a apoiá-las e a defender a presença de mais mulheres a bordo”, conclui.