Centro de Portugal e 5 regiões espanholas definem acções de promoção conjunta

O Centro de Portugal e cinco regiões espanholas vão ser promovidos em 2018 como um destino comum em mercados e feiras de turismo internacionais. A estratégia de cooperação entre o Centro de Portugal e cinco regiões espanholas deu passos decisivos quarta-feira, 17 de Janeiro, na FITUR, com a apresentação de acções concertadas entre as várias regiões. 

 

  

 

Centro de Portugal, Extremadura, Castela e Leão, Galiza, Astúrias e Cantábria são as regiões que irão promover-se em conjunto através de uma estratégia que tem como ideia-chave “O Caminho que nos une” e como base os Caminhos de Santiago.

A apresentação da iniciativa aconteceu no stand da Junta de Turismo das Astúrias, numa sessão encerrada pelo ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral e que contou com a presença da secretária de estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, do presidente do Turismo Centro de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal, Pedro Machado, e responsáveis das várias regiões espanholas envolvidas no projecto.

Segundo Pedro Machado, esta iniciativa “reforça o trajecto que temos feito, desde há dois anos a esta parte, de trabalharmos cada vez mais em conjunto com as regiões da Península Ibérica”. “Estamos a trabalhar com a Extremadura, agora estamos empenhados nesta cooperação com a Galiza, Astúrias, Castela e Leão, Cantábria e também Porto e Norte, para alargarmos aquilo a que chamamos o mercado interno, com regiões com quem temos grandes afinidades, linguísticas e culturais”, acrescentou.

O responsável sublinhou ainda que “com esta plataforma comum, podemos ter mais visitantes todo o ano, porque os produtos que estamos a trabalhar em conjunto – a cultura, o turismo religioso, a natureza, a gastronomia e os vinhos – combatem a sazonalidade e podem ser trabalhados o ano inteiro”.

Uma visão partilhada pelo ministro da Economia que, na sua intervenção, sublinhou que a cooperação transfronteiriça tem “um interesse muito forte na promoção conjunta dos dois países, em especial em destinos mais longínquos”, como o chinês e norte-americano. Porque, acrescentou, “promover Portugal em destinos longínquos será sempre mais fácil quando promovemos Portugal em conjunto com Espanha, da mesma forma que Espanha se promove melhor nesses destinos em conjunto com Portugal do que como destino isolado”.

Também esta quarta-feira, na FITUR, mas já no stand da Extremadura, foi apresentada a estratégia EUROACE 2018 para os mercados norte-americanos e chinês. A EUROACE é a eurorregião que congrega o Centro de Portugal, o Alentejo e a Extremadura espanhola.

Pedro Machado salientou os resultados já alcançados pelo reforço da cooperação turística no seio da EUROACE: “Trouxe-nos mais produto, trouxe-nos mais marca, mais competitividade. A prova disso é que as regiões do Alentejo, do Centro de Portugal e da Extremadura são as regiões que mais crescem em hóspedes e dormidas na Península Ibérica. Por isso, este alargamento da estratégia só pode trazer bons resultados”.

Também presente nesta apresentação, o ministro da Economia voltou a salientar que “a promoção conjunta entre Portugal e Espanha fazem-nos mais fortes, em especial nos mercados longínquos. Estas regiões são as que mais crescem na Península Ibérica e é isso que vamos continuar a fazer: se estamos a crescer bem, temos de crescer melhor, e crescemos melhor em conjunto”.