Centro de Portugal aposta no turismo de luxo

Com base nos argumentos de excelência da região, o Turismo Centro de Portugal acaba de lançar uma campanha de promoção da região enquanto destino de luxo. No lançamento desta aposta estratégica e da campanha que lhe está associada, participaram agências que trabalham este segmento.

O objectivo da aposta estratégica da região Centro no turismo de luxo passa por posicionar a diversidade do Centro de Portugal nos roteiros turísticos nacionais e internacionais dirigidas aos segmentos mais exigentes. A campanha teve início na passada semana, com uma apresentação de produtos diferenciadores a operadores vocacionados para este segmento.

Nesta primeira abordagem, o roteiro do turismo de luxo desenvolveu-se por Torres Vedras, Fátima, Porto de Mós, Coimbra, Anadia e Aveiro, promovendo a oferta cultural e histórica, a gastronomia e enologia, o ‘soft-adventure’, os produtos termais e spas e os ‘hotéis boutique’. Durante dois dias, responsáveis da espanhola Elefant Travel e da portuguesa Lounge Luxury Travel, bem como uma jornalista norte-americana, conheceram algumas das melhores unidades hoteleiras e atracções da região.

Para Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, “há um segmento crescente de turistas exigentes, que procuram experiências diversificadas e fora dos roteiros habituais. O Centro oferece-lhes isso: temos o encanto do património cultural e histórico, com lugares distinguidos como património da humanidade; temos uma multiplicidade de experiências, desde a autoestrada do surf às centenas de quilómetros de trilhos naturais; temos termas e spas requintados. Tudo isto conjugado com uma oferta de unidades hoteleiras cada vez mais sofisticada e enquadrada com o meio envolvente”.

Para Pedro Costa Ferreira, presidente da Lounge Luxury Travel, “parece óbvio que temos aqui caminho para andar. Saímos daqui muito animados com a possibilidade de vendermos com êxito o Centro de Portugal enquanto produto”. O responsável acrescentou ainda que ambos os operadores de turismo de luxo, um português e outro espanhol, perceberam que “há uma oportunidade do lado da procura, nas comunidades de luxo que ambos frequentamos, em trabalhar melhor este mercado, actuando como oferta conjunta Portugal e Espanha. O facto de estarmos a fazer os primeiros ‘brainstormings’ na região do Centro de Portugal significa também que é para nós muito claro que devemos diferenciar não apenas no estilo de produto que oferecemos, mas também no território”.

Já Gonzalo Gimeno, presidente da Elefant Travel enalteceu a qualidade da oferta da região e deixou claro que “o desafio é fazer um trabalho na divulgação. Como especialistas em turismo, vemos uma nova tendência nas pessoas de 35 anos, que é a ‘soft adventure’. Para estas, o luxo não é apenas o hotel de 5 estrelas, é o hotel boutique, é o serviço pela experiência da exclusividade. É um luxo mais cultural e autêntico que o luxo do dinheiro”.

Depois desta apresentação, vão seguir-se novos roteiros em outras sub-regiões do Centro de Portugal.