Centro valoriza Património Mundial da região com vasto programa de animação

A Turismo Centro de Portugal aposta, em 2016, na valorização e promoção, tanto em Portugal como no estrangeiro, dos sítios que integram a lista de Património Mundial da Humanidade, que será acompanhada de um vasto programa de animação.

Neste projecto, a Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal vai investir três milhões de euros e privilegiar as gerações mais jovens, num esforço também de criar novos públicos.

No âmbito desta estratégia, a Turismo Centro irá organizar ao longo do ano, em datas a revelar, quatro grandes eventos nos sítios que integram a lista do Património Mundial, que são, o conjunto Universidade de Coimbra – Alta e Sofia, o Mosteiro da Batalha, o Mosteiro de Alcobaça e o Convento de Cristo, em Tomar.

“Temos o objectivo de nos próximos quatro anos levarmos todas a crianças do Centro do país em visitas aos sítios de Património Mundial existentes na nossa região”, disse à agência Lusa o presidente da Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, acrescentando que espera envolver no projecto “ao longo do ano” artesãos, artistas plásticos, músicos e outros agentes culturais, “fazendo da experiência vivida no Património Mundial uma verdadeira experiência turística mais rica”, referiu.

Além de consolidar a presença do mercado interno na região, a aposta no Património Mundial se fará sentir também além-fronteiras, incluindo-se numa estratégia mais vasta de internacionalização que tem levado cada vez mais turistas estrangeiros, nomeadamente espanhóis, franceses, italianos, alemães e brasileiros ao Centro de Portugal.