CEO da IATA diz que ?não há muitos? interessados na privatização da TAP

O CEO da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, sigla em inglês), Tony Tyler, considera que ?não há muitos? interessados na privatização da TAP, afirmando que ?para um investidor financeiro considerar a TAP interessante, a empresa tem de ser lucrativa?. Em entrevista ao Expresso, no Global Media Day 2013 da IATA, em Genebra, Tony Tyler diz que as privatizações que contribuam para a consolidação do sector são positivas, sublinhando mesmo que ?era bom para a indústria ver mais concentração na Europa?. No entanto, o responsável considera também que, entre os grupos europeus, ?não há muitos? interessados ?que tenham vontade e recursos para comprar? a companhia aérea de bandeira portuguesa. Tony Tyler considera que o interesse na TAP deve partir de quem possa gerar e aproveitar as sinergias com a companhia aérea nacional e diz que, até à privatização, a gestão da companhia não será fácil. ?Quando se diz que uma companhia está à venda, passa a ser muito difícil para a administração perceber qual é o caminho ou a direcção a seguir?, afirmou o responsável da IATA ao Expresso. I.M.