Companhias low cost cresceram 34% em menos de uma década em Portugal

As companhias aéreas low cost cresceram 34% em nove anos de operação no mercado nacional, contando actualmente com uma quota de mercado de 36%, avançava ontem o Público. As companhias aéreas low cost entraram em Portugal em 1995, pela mão da Air Berlin e da Ryanair, mas só na viragem do milénio começaram a entrar nas escolhas dos passageiros, o que levou a que, em 2003, estas companhias representassem já 4% do mercado. No entanto, com o passar dos anos, as low cost afirmaram-se em definitivo e hoje representam já 36% do mercado, sendo actualmente 20 as companhias de baixo custo que operam em território nacional. De acordo com o Público, Faro é o aeroporto nacional mais dependente das companhias aéreas low cost, onde este tráfego representava, em 2011, 87% do mercado, enquanto o aeroporto de Lisboa foi o que mais resistiu à entrada destas companhias. I.M.