Conferência ACL: Importância do turismo deve ser crescente

A importância do turismo deve ser crescente, constituindo-se como um dos motores do desenvolvimento social, económico e ambiental a nível regional e nacional. Esta uma das conclusões que pode extrair-se da conferência organizada pela Associação Comercial de Lisboa – Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (ACL-CCIP) que recentemente analisou o turismo como sector de futuro. Ao longo dos trabalhos foram apresentadas sugestões de como o país se deve tentar definir e posicionar a nível europeu e mundial, bem como dados estatísticos que demonstram que apesar de sermos um país em plena intervenção da Troika, o nosso estatuto de destino de eleição ao nível do turismo se mantém, bem como a nossa capacidade para captar diferentes públicos e segmentos de mercado. Prova disso é o facto de em 2012 se ter registado um aumento de mais 313 mil dormidas, bem como um aumento na ordem dos 460 milhões de euros na receita gerada. Além disso, 89% dos nossos turistas afirmam-se satisfeitos ou muito satisfeitos com a escolha e mais de 85% admitem regressar. De acordo com os intervenientes, a visão para Portugal passa por definir o país como um dos destinos da Europa com crescimento mais alinhado com os princípios do desenvolvimento sustentável, tendo o turismo que se desenvolver com base na qualidade do serviço e competitividade da oferta, baseados em conteúdos autênticos e experiências genuínas, na excelência ambiental e urbanística, na formação dos recursos humanos e na dinâmica e modernização empresarial e das entidades públicas. A conferência contou com a presença de representantes do Turismo de Portugal, da AHP, Barra Talasso DouroAzul, Grupo André Jordan, Grupo Pestana e da TAP. M.F.