Cresce a tendência de fazer férias fora de casa no período do Natal

Apesar de 95% dos portugueses continuar a comemorar o Natal em casa (sua ou de familiares), o hábito de fazer férias fora nesta quadra está a crescer, principalmente no que toca à passagem do ano. A conclusão é do estudo Observador Cetelem Natal 2017.

Segundo este estudo, o número de portugueses que aproveita o período natalício e o fim de ano para fazer férias fora de casa está a aumentar, com 16% dos inquiridos a responderem nesse sentido, mais 3 pontos percentuais que no ano passado. Mesmo assim, entre os que vão para fora, 10% tem em mente encontrar-se com a família, enquanto 6% prefere sair para passear e viajar.

Entre aqueles que não planeiam férias de Natal, 14% não o faz por indisponibilidade financeira, enquanto 65% tem outro motivo para essa decisão.

Os residentes no Porto têm maior tendência para viajar neste período, em comparação com os lisboetas (18%, contra 12%). Por regiões, é no centro do país que mais pessoas planeiam passar férias no Natal, 21%, contra 19% no sul e 14% dos nortenhos.

Com 95% dos inquiridos a afirmar que vai comemorar o Natal, entre estes serão 92% a celebrá-lo em casa, enquanto apenas 3% considera fazê-lo noutros espaços, nomeadamente em restaurantes ou hotéis.

O estudo teve por base um inquérito efectuado junto de 600 residentes em Portugal Continental, de ambos os géneros e com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos.