CTP apela à redução das comissões pela utilização de cartões de débito e crédito

Numa audição na Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública da Assembleia da República, que decorreu sexta-feira e em que participaram associações do sector, a CTP apelou à redução das comissões pagas pela utilização de cartões de débito e crédito. Na audição, os representantes da CTP, AHRESP e AHP transmitiram um conjunto de preocupações sobre a proposta de “regime jurídico aplicável às relações intercedentes entre as instituições bancárias e as instituições prestadoras de serviços de cartões como meio de pagamento de transacções comerciais”. Para as entidades associativas referidas, a proposta “não contempla as já antigas reivindicações do sector no que respeita às elevadíssimas taxas que os empresários do turismo suportam quando os seus clientes pagam os seus consumos com cartões a débito ou a crédito”, como se lê num comunicado emitido pela CTP. Para a Confederação de Turismo e suas associadas é fundamental que as relações entre as instituições prestadoras de serviços de cartões e as empresas de turismo, tendo vindo a alertar para a necessidade de redução das taxas pagas pela utilização destes cartões que, afirmam, “são as mais elevadas da Europa, retiram competitividade e asfixiam as empresas turísticas”. M.F.