CTP quer CE a trabalhar na Estratégia Europeia para o Turismo em 2018

A Confederação do Turismo Português pediu ao presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, para que o programa de trabalho daquele organismo para 2018 inclua o desenvolvimento de uma Estratégia Europeia para o Turismo.

O pedido foi feito através de uma carta aberta assinada por membros do Parlamento Europeu, Comité das Regiões, regiões de turismo, associações e organizações da indústria do turismo e ainda universidades de toda a Europa.

A posição da CTP surge no âmbito de uma recente visita de trabalho a Bruxelas com um conjunto de empresários e associados ligados à actividade turística em Portugal, que teve como objectivo reforçar as relações dos agentes do Turismo com as instituições europeias e alertá-los para a importância de desenvolver uma estratégia comum.

“O Turismo representa 10% do PIB e 15% do emprego na União Europeu. É essencial para a economia dos países, para a regeneração do território e para o reforço da identidade europeia. Não há razão nenhuma para não fixarmos metas comuns e pontes de cooperação entre os países, de forma a garantir que a Europa se mantenha como o principal destino turístico mundial”, recorda Francisco Calheiros, presidente da CTP para quem o crescimento e sustentabilidade do turismo “dependem de uma política comum a todos os países, que contenha metas, indicadores e medidas específicas e que envolva líderes políticos, associações, agentes privados, grupos de cidadãos e academias”. Trata-se, acrescenta, de “colocar o Turismo na agenda europeia”, algo por que a CTP vem pugnando.

“A carta enviada a Jean-Claude Juncker alerta ainda para a necessidade de, no quadro desta estratégia comum, criar medidas para que os muitos milhares de PME europeias da área do Turismo possam ter acesso a financiamento em condições competitivas, menos burocracia, mais oportunidade de investimento no mercado digital, etc.”, lê-se na nota informativa enviada pela CTP à comunicação social.