Dia Mundial do Turismo: Mensagem das Casas Açorianas

A propósito do Dia Mundial do Turismo que se celebra esta terça-feira, o presidente das Casas Açorianas, Gilberto Vieira, difundiu a mensagem “A afirmação dos Açores” que abaixo transcrevemos.

A afirmação dos Açores

Comemora-se hoje o Dia Mundial do Turismo. É uma efeméride em que a Organização Mundial do Turismo desafia todos os destinos a proporcionar eventos que valorizem o fenómeno das viagens para fora da zona de residência, dos hábitos culturais e dos modos de vida adquiridos, de quem se propõe a ir ao encontro de vivências diferentes.

Pode ser, também, um momento de reflexão sobre o que cada destino tem para oferecer e potenciar com esta actividade, um meio de desenvolvimento económico, social e cultural.

No caso dos Açores, o Dia Mundial de Turismo do ano de 2016 assinala-se num momento de grande pujança da actividade, fruto de um trabalho persistente dos operadores e das entidades oficiais, que agora começa a colher resultados francamente animadores, provando que, a par da recente alteração no modelo de acessibilidades aéreas, o trabalho que foi paulatinamente feito para divulgar o que de mais diferente – único, diria até –, nós temos para surpreender, surtiu efeito.

Essa “surpresa” surge, desde logo, do que a natureza nos legou, mas passa, igualmente, por aspectos que vão das tradições enraizadas em vivências telúricas de medo e reacção, de religiosidade transformada em partilha, de gastronomia engenhosa e deliciosa, criada dos restos da miséria, da idiossincrasia sinceramente amiga do nosso povo, que sempre foi, e é, extremamente generoso e interessado em bem receber e compartilhar, com quem quer que nos visite a mesa e a conversa, até um aspecto mais recente que todo o turista preza que é a segurança no local que escolhe para passar férias e buscar emoções.

Neste longo percurso que nos trouxe até aqui, os sonhadores que acreditaram que o turismo rural e de natureza seria a ideia fundamental da expansão desta actividade no arquipélago, começam a ter a sua visão reconhecida. Foi por essa convicção que fundámos, há mais de uma década, a Associação Casas Açorianas, juntando e acrescentando progressivamente operadores que actuam neste nicho de mercado, hoje reconhecido por todos, como alavanca do turismo nos Açores.

O desafio que agora nos é colocado – a todos os operadores na área do turismo –, é não nos deslumbrarmos com o crescimento exponencial que o turismo na Região está a apresentar e sabermos preservar a qualidade ambiental, cultural, gastronómica e de serviço de simpatia e proximidade que nos caracterizam. Felizmente que esta nossa opinião é partilhada pelos decisores políticos. Qualidade, autenticidade e sustentabilidade são as palavras-chave, antes e agora.

Se falharmos nestes pressupostos, matamos a “galinha dos ovos de ouro” que agora se começa a ter por garantida.

Bom Dia Mundial do Turismo.

Gilberto Vieira

Presidente das Casas Açorianas