Dia Mundial do Turismo sob o signo de oportunidades e inclusão

Esta ano, as celebrações do Dia Mundial do Turismo (27 de Setembro) “querem dar relevo ao potencial que o turismo tem no desenvolvimento sócio-económico à escala internacional”, realçou o secretario geral das Nações Unidas Ban Ki-moon.

O Dia Mundial do Turismo  deste ano é uma oportunidade de celebrar o potencial de transformação que mil milhões de turistas aportam, daí o lema adoptado seja ‘Mil milhões de turistas, mil milhões de oportunidades’. As comemorações oficiais terão lugar no Burkina Fasso.

”Hoje mais de mil milhões de turistas viajam por ano para um destino internacional, transformando a indústria turística num sector económico de primordial importância, que contribui com 10% do PIB global e 6% do total das exportações”, conforme mensagem do secretário geral da Organização Mundial do Turismo (OMT).

De acordo com Taleb Rifai, estes grandes resultados mostram mais do que apenas a força económica do sector, também “reflectem o vasto potencial do turismo e a sua crescente capacidade para fazer frente a alguns desafios mais prementes do mundo de hoje, como o crescimento sócio-económico, desenvolvimento integrado e conservação ambiental”.

Sendo um sector ao qual se atribui um em cada onze postos de trabalho no mundo, “o turismo é para milhões de pessoas a valiosa fonte do seu sustento”, realçou o secretario geral da OMT. Além disso, “o sector constrói-se a partir de milhões de encontros inter-culturais que se produzem todos os dias em diferentes pontos do planeta, pelo que constitui uma via para entender o mundo para lá das nossas fronteiras, sendo para tal o primeiro passo para a consolidação da paz entre comunidades e entre nações”.

Por isso, neste 27 de Setembro “celebraremos o valor dos ‘mil milhões de turistas’ e trabalharemos para que o turismo seja um verdadeiro instrumento de oportunidades e inclusão”, concliu Taleb Rifai.

Por seu turno, Ban Ki-moon, na sua mensagem do Dia Mundial do Turismo, considera que, agora que a comunidade internacional se prepara para adoptar uma nova agenda para o desenvolvimento internacional “o turismo deve ser reconhecido pela sua capacidade de gerar postos de trabalho, promover a cultura e os produtos locais, bem como defender a conservação e o uso sustentável dos habits  marinhos e terrestres”, apelando a um trabalho conjunto “para aumentar ao máximo o enorme potencial do turismo como impulsionador do crescimento económico integrado, da protecção do meio ambiente, promoção do desenvolvimento sustentável e criação uma vida em condições dignas para todos”.

Sendo Burkina Fasso o anfitrião do Dia Mundial do Turismo deste ano,  o ministro da Cultura e Turismo daquele país africano, Jean-Claude Dioma, refere que “o lema deste dia convida-nos a tomar consciencia das oportunidades que o sector turístico oferece para abrir novas vías sócio-económicas e melhorar a vida das comunidades.