Emirates continua a lucrar em 2016/17

A Emirates apresenta lucros pelo 29º ano consecutivo, nos resultados referentes ao passado ano fiscal, terminado a 31 de Março, que divulgou esta quinta-feira. Em 2016/17, o grupo mostra lucro de 670 milhões de dólares, com a companhia a lucrar 340 milhões de USD.

O número que apresenta é uma queda de 70% em relação ao ano de recordes para o Grupo que foi 2015/16. A receita atingiu os 25.8 mil milhões de dólares, um aumento de 2% relativamente ao anterior ano, com o saldo do grupo a decrescer 19% para os 5.2 mil milhões de dólares, muito devido ao investimento na sua frota e bens relacionados com aeronaves.

Em 2016/17 o Grupo investiu colectivamente 3.7 mil milhões de dólares em novos aviões e equipamento, na aquisição de companhias, no modernizar de instalações, últimas tecnologias e iniciativas para o staff. Nesse período, a Emirates recebeu 35 novas aeronaves, nomeadamente 19 A380 e 16 Boeing 777-300ERs. Ao mesmo tempo 27 aviões foram descartados, com a conta da frota a finalizar em 259 aeronaves.

Durante o ano fiscal que terminou a companhia aérea lançou seis novos destinos, em concreto Fort Lauderdale, Hanoi, Newark, Yangon, Yinchuan e Zhengzhou. A Emirates transportou um recorde de 56.1 milhões de passageiros, um aumento homólogo de 8%, com uma ocupação média de 75,1%. Para 2017/18 a Emirates já anunciou novas rotas para Phnom Pehn, Camboja, e Zagreb, na Croácia, para além do aumento de capacidade em destinos já existentes.