Empresário chinês dá pontapé de saída para maior projecto turístico de Cabo Verde

Foi lançada esta segunda-feira a primeira pedra do projecto turístico integrado “Ilhéu de Santa Maria” na Praia (Cabo Verde), do empresário chinês David Chow, também cônsul do arquipélago em Macau, que vai investir 250 milhões de euros.

“Este é um projecto que vai permitir que o nosso turismo atinja outros patamares. Com outros hotéis em que estão em construção teremos condições de gerar milhares de postos de trabalho nos próximos anos, alavancar mais o desenvolvimento do turismo e conseguir o desenvolvimento de outros sectores como o agro negócios e a economia marítima”, afirmou o primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, na cerimónia que marcou o arranque das obras do novo empreendimento turístico, o maior em Cabo Verde, que cobrirá uma área de 152.700 metros quadrados e inaugurará a indústria de jogo no arquipélago. Deverá ficar pronto dentro de três anos e durante a construção vai gerar mais de dois mil postos de trabalho.

O complexo prevê a construção de um hotel-casino no ilhéu de Santa Maria, uma marina, uma zona pedonal com comércio e restaurantes, um centro de congressos, infra-estruturas hoteleiras e residenciais na zona da Praia da Gamboa e uma zona de estacionamento.

David Chow, que explora espaços de jogo em Macau, recebeu uma licença de 25 anos do Governo cabo-verdiano, 15 dos quais em regime de exclusividade na ilha de Santiago. A concessão de jogo custou à CV Entertaiment Co., subsidiária da MLD, cerca de 1,2 milhões de euros.