Espanha quer privatizar gestão de aeroportos em 2013

A ministra do Fomento de Espanha, Ana Pastor, afirmou esta semana que o executivo espanhol pretende privatizar a gestão dos aeroportos do país durante o corrente ano, abrindo o capital da Aena, empresa responsável pela gestão aeroportuária em Espanha, ao investimento privado. “A nossa ideia é de que (no decurso de 2013) os investidores privados possam fazer parte do capital da Aena”, afirmou a governante, revelando que a Aena tem uma divida que ultrapassa os 14 mil milhões de euros, de acordo com o jornal espanhol El Mundo. Recorde-se que o Governo espanhol chegou a avançar com um processo de concessão para os aeroportos de Barajas e El Prat, os dois maiores aeroportos do país, localizados em Madrid e Barcelona, respectivamente, tendo entretanto optado por suspender o processo por considerar que os activos estavam subvalorizados. Para Ana Pastor, não é admissível que o Governo avance para a concessão dos dois principais aeroportos do país se a empresa pública responsável pela sua gestão mantiver o mesmo nível de endividamento. I.M.