Estado fecha hoje venda da ANA ao grupo Vinci

A venda da ANA ? Aeroportos de Portugal ao grupo francês Vinci deverá ser concluída hoje, passando as acções da empresa que gere os aeroportos nacionais para o novo accionista privado, o grupo francês Vinci. Com a conclusão do negócio, o Estado português recebe a última parcela devida pela Vinci, no valor de 980 milhões de euros, sendo que, além do encaixe imediato, a operação deverá render ainda cerca de 2100 milhões de euros ao longo da concessão, fruto da partilha de receitas prevista no contrato. Recorde-se que o vencedor da privatização da ANA ? Aeroportos de Portugal foi anunciado em Dezembro de 2012, num negócio que rendeu 3080 milhões de euros ao Estado português, dois quais 1200 milhões referentes ao pagamento da concessão da rede aeroportuária nacional por um período de 50 anos. I.M.