Estudo ITB: Mercado sul-americano é o que mais cresce na região das Américas

A conclusão é do ITB World Travel Trends Report, elaborado pela IPK International para a feira. Segundo o mesmo estudo, o crescimento na América do Sul é comandado pelo mercado brasileiro. Já como destino, a América do Sul mantém um crescimento moderado. Nos primeiros oito meses de 2013, o American Travel Monitor da IPK International registou aproximadamente mais 6% de viagens ao exterior, com as viagens de longo curso a subirem 2%.. Em comparação com o mercado de turismo “outbound”, o crescimento do ?inbound? este ano foi mais bem moderado, 3,2%. No entanto, o Mundial de Futebol representará um papel muito importante, já que se esperam no Brasil cerca de 600.000 visitantes internacionais, oriundos, principalmente, de países da América latina, América do Norte e Europa. Para o próximo ano, as pretensões de viajar por parte dos mercados da América do Sul mostram-se positivas. Um total de 43% dos pesquisados gostaria de viajar mais ao estrangeiro, 34%planeja viajar o mesmo e apenas 19% quer reduzir as suas actividades turísticas. No total, poderá contar-se com um acréscimo de 6% por cento nos turistas provenientes da América do Sul. Na América do Norte, o número de viagens realizadas por cidadãos do Canadá aumentou 6%, enquanto os norte-americanos se ficaram por um aumento homólogo de 1%. Os norte-americanos realizaram viagens mais longas e pernoitaram uma média de 6,9 noites no local de destino, pelo que o número de dormidas no exterior aumentou em 5%, com as despesas a subirem 3%.. Para 2014, os prognósticos em geral são positivos. Aproximadamente 27% dos norte-americanos indicou que quer viajar mais e 39% espera viajar na mesma intensidade. Aproximadamente 22% pretende realizar menos viagens internacionais, pelo que em 2014 o mundo poderá contar com mais 3% de viagens realizadas por turistas da América do Norte. M.F.

(Visited 1 times, 1 visits today)