ETC dá nota 10 à estratégia do turismo em Portugal

O presidente da ETC- European Travel Commission – afirmou que o Turismo de Portugal “soube, de forma exemplar, capitalizar as mais-valias deste país e torná-las em activos turísticos com forte poder de atracção, estratégia que tem sido elogiada pelos seus parceiros e pelas organizações internacionais”.

Peter de Wilde, reconduzido para um mandato de dois anos falava durante o encontro anual que reuniu, em Portugal, mais de cinquenta representantes das autoridades de turismo de toda a Europa.

Organizada pelo Turismo de Portugal, esta reunião foi precedida por um fórum de discussão em que os membros da ETC e as empresas privadas associadas lançaram o debate sobre a estratégia para a competitividade futura da Europa no sector do turismo.

As delegações deste organismo privado, responsável pela promoção da Europa enquanto destino turístico, aprovaram o modelo de plataforma de promoção conjunta da Europa no mercado chinês, que reúne os países, regiões e cidades, numa abordagem conjunta ao mercado estratégico da China, que será cofinanciada pela União Europeia.

De referir que Portugal é o 14.º país mais competitivo no setor turístico, a nível mundial, de acordo com o ranking 2017 do Fórum Económico Mundial. “A estratégia desenvolvida pelo Turismo de Portugal pretende posicionar o país como um dos destinos turísticos mais competitivos e sustentáveis do mundo”, realçou o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, para acrescentar que “queremos liderar o turismo do futuro e, para isso, precisamos de conjugar esforços com as organizações e as empresas do setor para projetarmos Portugal e aumentarmos a notoriedade nos mercados internacionais enquanto destino para visitar, investir, viver e enquanto destino de grandes eventos, posicionando o turismo como fator de competitividade e de alavanca da economia nacional”.