EUA pedem perfil em redes sociais a visitantes

O Customs and Border Protection dos Estados Unidos pede aos estrangeiros que entram no país sem necessidade de visto a apresentar os seus perfis em redes sociais.

A medida, que entrou em vigor esta semana, é ainda opcional, e a sua finalidade é obter mais informações sobre os visitantes e evitar a entrada de suspeitos.

Esta medida aplica-se aos cidadãos de 38 países que organizam a sua entrada através do Sistema Electrónico para Autorização de Viagem (ESTA) e não precisam de visto para permanecer até 90 dias em solo americano.

O processo ESTA incluía perguntas de segurança, mas agora aparece na web um menu suspenso para completar os perfis de Facebook, Twitter, Google+, e até mesmo Linkedin, entre outros.

Esta decisão surge na sequência de uma proposta feita em Junho deste ano para detectar perfis suspeitos e potenciais ameaças. No entanto, o Customs and Border Protection garante que não impedirá a entrada nos EUA a quem não quiser completar esses dados.