EUROACE com promoção conjunta em feiras internacionais de turismo

O Turismo Centro de Portugal foi anfitrião, esta quinta-feira, de uma reunião do grupo de trabalho de turismo da região europeia EUROACE, que engloba os territórios do Centro de Portugal, Alentejo e Extremadura espanhola. No encontro foram desenvolvidas ideias e estratégias para aprofundar a promoção conjunta das três regiões sob o mote “2 países, 1 destino”.

Os participantes na reunião estão sintonizados no objectivo de promover as três regiões de forma comum nos mercados internacionais, com as ideias a passar à prática em algumas feiras de turismo mundiais. As regiões vão ser promovidas como uma só, sob a estratégia de promoção “2 países, 1 destino”, em Janeiro, durante a FITUR, na BTL, entre Fevereiro e Março, e na ITB Berlim, em Março. A EUROACE vai também marcar presença na ITB China, em Xangai, com a promoção de quatro produtos, a gastronomia e vinhos, a natureza e turismo activo, o património e cultura e o turismo religioso.

Foi igualmente acertado um roadshow nos Estados Unidos da América, para apresentação da estratégia comum. Demonstrar aos empresários do sector a importância de uma abordagem comum é outra das estratégias que este grupo de trabalho vai implementar. Em cima da mesa está, também, a criação da logomarca comum EUROACE, com o slogan “2 países, 1 destino”. Vai ainda ser desenvolvido um guia de bolso da EUROACE, com um mapa da eurorregião e com os 19 lugares classificados pela UNESCO.

Foi também aprovada a organização de um evento internacional enograstronómico com chefs das três regiões. A possibilidade de se realizar uma prova transfronteiriça de cicloturismo, unindo a Rota da Extremadura com a Grande Rota do Zêzere, foi também avançada. O próximo encontro do grupo de trabalho vai acontecer em Plasência, no dia 15 de Fevereiro de 2018.

Para Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal e da ARPT Centro de Portugal, “faz todo o sentido que as três regiões se apresentem de forma conjunta e consolidada nas feiras internacionais”, pois “é muito mais aquilo que nos une do que o que nos separa”. Já Vítor Silva, presidente da ARPT do Alentejo, frisou que “só podemos apresentar-nos como um destino único”, acrescentando que “os chineses não sabem o que é Portugal ou Espanha, sabem o que é a Europa”.