Faro aposta na promoção turística do concelho

Os indicadores turísticos têm subido no Concelho de Faro, resultado de uma dinâmica que se tem imprimido na cidade nos últimos anos, de onde advém também a criação da Divisão de Promoção Turística de Faro, há um ano. Em reunião do Conselho Municipal de Turismo foram apresentados os mais recentes dados da região, bem como as iniciativas que vêm sendo promovidas.

A criação da Divisão de Promoção Turística de Faro teve como objectivo “pôr Faro no mapa do turismo”, como elucidava Carlos Baía, vereador responsável pelo Pelouro do Turismo, no decorrer da segunda reunião do Conselho Municipal de Turismo após a criação da Divisão, também a segunda aberta à participação de privados. Esta entidade foca-se na promoção de Faro junto dos mercados emissores e, como tal, tem vindo a realizar diversas iniciativas ao longo do ano.

Em 2019 Faro esteve presente em cinco feiras de turismo nacionais com stand próprio. Recebeu diversas equipas de televisão internacionais, desde um Reality Show francês que foi em parte filmado no território a um programa de uma televisão judaica norte-americana, que se focou precisamente na herança judaica presente no concelho. Também o canal NHK do Japão e a brasileira TV Globo. “Aos poucos o nome de Faro vai-se ouvindo lá fora e isso é positivo”, atesta o vereador do Turismo.

A Divisão de Promoção Turística de Faro tem também vindo a apoiar um conjunto de seminário e congressos que se vão realizando pela cidade. De entre os quais destaca-se o Congresso da Federação Europeia de Guias, a decorrer de 19 a 24 de Novembro, e o 8º Congresso Nacional da APECATE – Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos, a 7 e 8 de Fevereiro de 2020, na primeira vez que este congresso se realiza no Algarve.

“A realização destes dois congressos vem em linha com aquilo que temos pretendido fazer, que é divulgar Faro junto do sector também como destino do mercado de eventos”, explica Carlos Baía, que acrescenta que Faro “não tem sido um destino muito evidente nesta matéria, mas entendemos que também temos aqui potencial”.

O Conselho Municipal de Turismo, decorrido a 25 de Outubro, serviu também para partilhar os últimos números relacionados com turismo no concelho. A nível do Aeroporto de Faro, que viu uma estabilização do seu crescimento entre 2017 e 2018, registou no ano passado 8,69 milhões de movimentos de passageiros e mostrava já, em Agosto de 2019, 6,34 milhões de movimentos.

O turismo no geral mostra crescimentos continuados entre 2014 e 2018, com o último ano a fechar com 287.186 hóspedes que corresponderam a 544.676 dormidas, este último representando um crescimento de quase 6% comparativamente a 2017. O ano que passou fechou também com 26,13 milhões de euros de proveitos na hotelaria (representando 3% do total da região), com a taxa de ocupação a ter caído de 55% para 50,7%, ainda assim superior à do Algarve (50,2%) e de Portugal (47,8%). A estada média fixou-se nas 1,9 noites.