Fins-de-semana gastronómicos regressam ao Norte

A iniciativa, da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, regressa já esta sexta-feira, 3 de Janeiro, com Peso da Régua a servir a primeira ementa deste novo ano, colocando em comunhão os pratos tradicionais, a doçaria típica e os vinhos do Douro.  

Conhecida como uma porta de entrada no Douro Património da Humanidade e situada em plena Região Demarcada do Douro, a mais antiga do mundo, a cidade de Peso da Régua propõe para este fim-de-semana de 3 a 5 de Janeiro, uma refeição composta por Tripas com Arroz Branco, acompanhadas por um vinho branco, leve e aromático, ou um tinto, quente e aveludado. Para sobremesa, um doce de leite-creme.

Durante o mês de Janeiro, os Fins de Semana Gastronómicos passam, também, por Amarante (dias 10, 11 e 12), Montalegre (dias 24, 25 e 26), Chaves e Ponte de Lima (nos dias 31 de Janeiro, 1 e 2 de Fevereiro).

Em Amarante, o destaque vai para os Cogumelos, o Cabrito Assado e as Lérias, um doce conventual tradicional. Em Montalegre irá para o Presunto e Alheira, o Cozido à Barrosã e as Rabanadas com Mel. Já em Chaves a sugestão passa pelo Pastel de Chaves e/ou Presunto de Chaves, a Feijoada à Transmontana e as Rabanadas, enquanto em Ponte de Lima haverá Rojões à Minhota, Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima e Leite Creme.

Os Fins-de-semana Gastronómicos são uma iniciativa da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, que se prolonga até Novembro de 2020. Durante este período, serão servidas 210 receitas tradicionais regionais, mais de 100 receitas de doçaria tradicional e conventual, 50 produtos qualificados e vinho proveniente de cinco denominações.

De acordo com a Turismo do Porto e Norte, vão estar envolvidos, no total, 78 municípios, mais de 1.000 restaurantes, 500 empreendimentos turísticos e 350 quintas, adegas e espaços enoturísticos.