Frota de easyJet torna-se mais eficiente com chegada dos 1ºs A320neo

Chegaram à frota da easyJet os primeiros quatro aviões Airbus A320neo, nos próximos meses são esperados mais quatro, numa encomenda de 100 aparelhos com opção de compra de mais 100. Uma das aeronaves da transportadora aérea deste modelo aterrou, esta quinta-feira, pela primeira no aeroporto de Lisboa, e foi visitada por várias entidades, entre os quais o secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d’Oliveira Martins.

Estes novos aviões que “desempenham um papel importante da redução da pegada ecológica da easyJet e enquadram-se no âmbito das iniciativas ambientais da companhia”, segundo José Lopes, director da easyJet para Portugal, permitem a redução da emissão do CO2 em 15%, a melhoria da eficiência de combustível em 15%, ao mesmo tempo que é 50% mais silencioso, devido, sobretudo a alterações feitas nos motores. Este modelo tem capacidade para 186 passageiros, oferece assentos mais estreitos e mais leves, tornando a cabine mais luminosa e mais confortável para o passageiro. No que diz respeito à poupança de custo por assento, é de 7% comparado com os A320 que vêm substituir, e de 8% comparado com os actuais A319.

Apesar de nenhum destes aparelhos ficarem sediados fisicamente nas bases portuguesas da easyJet, como acontece aliás com todos os restantes aviões da empresa aérea, José Lopes garante que, dado o número de A320neo que vão ter, muitas vezes serão vistos nos aeroportos em Portugal.

Em nome da eficiência, a companhia aérea, conforme revelou o seu director para o mercado português, vai começar a receber também, a partir de Junho deste ano os primeiros A321neo, que irão servir as rotas mais densas, num plano de entregas até 2022.