Funchal mais acessível a todos

A cidade do Funchal está cada vez mais acessível a todos, mas o seu presidente da Câmara defende, na abertura do I Encontro de Cultura e Turismo Acessível, que é preciso fazer mais.

Paulo Cafôfo afirmou que “já temos concretizado algumas medidas no que diz respeito à acessibilidade”, lembrando a Praia Formosa, que se tornou a primeira praia acessível do país e a recente criação, na Avenida das Madalenas, de uma passadeira com relevo para os invisuais.

António Almeida, presidente do Observatório de Turismo da Universidade da Madeira, realçou, na sua intervenção, que uma cidade acessível tem também impacto na economia, uma vez que permite aumentar o leque de turistas que a podem visitar. O docente afirmou ainda que os últimos estudos apontam para a existência, na Europa, de 138 milhões de pessoas com dificuldades de locomoção, o que significa que existe um grande segmento que merece ser apoiado e incentivado.