Funchal pode ser Capital Verde Europeia em 2019

O Funchal foi seleccionado para o Prémio Capital Verde Europeia 2019, da Comissão Europeia. O município é um dos candidatos a incorporar a lista de 14 finalistas, sendo que serão analisadas as práticas e iniciativas futuras a nível ambiental dos candidatos até Abril de 2017.

O galardão da Comissão Europeia, que pretende homenagear cidades com práticas ambientais exemplares, inovadoras e sustentáveis, será válido para o ano de 2019. Após ponderada deliberação do júri, foram seleccionadas 14 cidades de Itália, Roménia, Bélgica, Albânia, Finlândia, Noruega, Hungria, Espanha, França, Estónia, Polónia e Portugal. Para além do Funchal, também Lisboa foi escolhida para representar o país.

A Comissão Europeia irá avaliar as iniciativas futuras e as práticas desenvolvidas pelos finalistas, até Abril de 2017, num prémio que é anual, mas que implica uma candidatura com três anos de antecedência. Serão avaliados 12 domínios, nomeadamente mitigação e adaptação de alterações climáticas, transporte local, áreas urbanas verdes que incorporem o uso sustentável do terreno, natureza e biodiversidade, qualidade ambiental do ar, produção e gestão de lixo, gestão da água, tratamento de águas residuais, eco-inovação e empregos sustentáveis, performance do sector da energia e gestão ambiental integrada.

Para Paulo Cafôfo, presidente da Câmara Municipal do Funchal, este é “mais um reconhecimento internacional das boas práticas ambientais que têm vindo a ser seguidas pelo município e dos investimentos na área da sustentabilidade”. O autarca realça ainda que o Funchal é “um dos poucos municípios do país que terão, até ao fim do ano, uma Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas”.