Golfe Rústico Açoriano: Torneio de Outono marcado para Novembro

O torneio vai jogar-se dia 10 de Novembro, no campo “1” na margem poente da Lagoa das Sete Cidades, dia 17 no “Pinhal da Paz” e no dia 24 no campo “2” na margem nascente da Lagoa Azul.

Com o lema “Jogando Golfe Rústico Açoriano apreciando e respeitando a natureza”, o Torneio é uma iniciativa da 7 Maravilhas – Associação de Desenvolvimento Local de Sete Cidades, em parceria com as Casas Açorianas – Associação de Turismo em Espaço Rural, impulsionadora/pioneira do Golfe Rústico em todas as ilhas dos Açores, uma ideia do seu presidente Gilberto Vieira que se transformou num êxito assinalável.

Considerado um novo elemento de animação turística que pode complementar e diversificar a oferta turística do arquipélago, pois é uma forma diferente de praticar golfe, sem afectar o ambiente, esta vertente do golfe pretende “criar um complemento lúdico para ser gozado por golfistas ou não golfistas num ambiente não comprometido com a competição de alto nível”. Ao mesmo tempo, acrescenta, “também se pretende promover as unidades de turismo em espaço rural com aptidões, principalmente pela rusticidade desta versão e por ela ser muito amiga do ambiente”.

O que é o Golfe Rústico Açoriano? Gilberto Vieira explica que se trata normalmente de “um terreno de pastagem, em que são colocadas 9 ou 18 bandeiras ao estilo de um “green”. Regras também existem, e a primeira é a boa disposição, mas há mais: é sempre permitido apoio de bola (tee) e melhorar a posição da bola numa distância do comprimento do taco, mas nunca para mais perto da bandeira. O buraco (bandeira) considera-se concluído quando a bola estiver dentro do círculo e após cada tacada um jogador tem cinco minutos para encontrar a bola. Se não a encontrar pode ser usada na zona onde a primeira desapareceu mas o jogador sofre uma pancada de penalização, ou seja, quem perde uma bola paga em pontos, pancadas e em termos financeiros.

Resta dizer que o campo pode ser desenhado com muita arbitrariedade, desde que a distância entre bandeiras não seja superior a 120 metros e os buracos podem sobrepor-se.