Governo apoia competitividade e internacionalização com 160M€

O Governo lançou segunda-feira concursos públicos nas áreas da Competitividade e Internacionalização para apoiar as empresas portuguesas, sobretudo PME, num montante global que ultrapassa os 160 milhões de euros.

De acordo com uma comunicação do Gabinete do ministro da Economia, os incentivos a conceder visam “apoiar projectos que promovam o acesso a novos mercados, o alargamento da base exportadora nacional, o aumento das actividades económicas intensivas em conhecimento, a criação de valor baseada na inovação e a competitividade das empresas”.

O Ministério dá ainda nota de que todos os projectos têm financiamento de Fundos Comunitários do Portugal 2020.

O Sistema de Apoio a Acções Colectivas (SIAC) – Internacionalização pretende apoiar projectos que “desenvolvam ou reforcem estratégias colectivas de internacionalização, preferencialmente direccionadas a PME” e está aberto a associações empresariais, entidades não empresariais do sistema de Investigação & Inovação (I&I), agências e entidades públicas, entidades privadas sem fins lucrativos. O SIAC conta com 10 M€, destina-se ao co-financiamento de investimentos localizados em duas ou mais regiões menos desenvolvidas NUTS II do Continente (Norte, Centro e Alentejo) e as candidaturas podem ser apresentadas até 28 de Outubro.

Até 30 de Setembro decorre o prazo para as candidaturas ao Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) – Núcleos de I&D – Projectos Individuais destinado a aumentar o investimento empresarial em Investigação e Inovação (I&I).O concurso tem uma dotação financeira indicativa de 5,5 milhões de euros e tem aplicação em todas as regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve).

Também até 30 de Setembro decorre o prazo para apresentação de candidaturas ao Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) – Projectos de I&D Individuais. O concurso tem uma dotação financeira indicativa de 42 milhões de euros e tem aplicação em todas as regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve).

Já para concorrer ao Sistema de Incentivos Internacionalização das PME, o prazo decorre até 31 de Outubro. Este concurso tem uma dotação financeira indicativa de 61,25 milhões de euros e é aplicável em todas as regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve).

Por último, e também até 31 de Outubro, decorrem as candidaturas ao Sistema de Incentivos Qualificação das PME que tem uma dotação financeira indicativa de 42,1 milhões de euros e é aplicável em todas as regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve).