Grande Rota do Zêzere disponível no Verão

A Grande Rota do Zêzere, que se estende por 358 quilómetros, deverá estar funcional no segundo semestre de 2013, para quando está prevista a colocação da sinalização e a instalação de serviços de apoio aos turistas. A iniciativa é da responsabilidade da Rede das Aldeias do Xisto e resulta de um investimento de cerca de um milhão de euros. De acordo com a Lusa, que cita Rui Simão, coordenador da Rede das Aldeias do Xisto, a rota vai ligar a nascente do Zêzere, em Manteigas, a Constância, onde o Zêzere desagua no Tejo, contando com vários troços para passeios pedestres, de bicicleta e de canoa. Rui Simão avança que, actualmente, se está a proceder à marcação e delimitação de caminhos em vários concelhos, como a Pampilhosa, Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Sertã e Oleiros, estando também prevista a criação de actividades ao longo da rota para atrair os turistas, que vão poder usufruir da rota já a partir do Verão. Coordenada pela Adxtur – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto, esta rota pretende oferecer um percurso que permita que os turistas usufruam das paisagens do Zêzere, seja a pé, de bicicleta ou de canoa, estando previsto que ao longo da rota existam estações intermodais, nas quais os turistas podem mudar o modo de deslocação. A Grande Rota do Zêzere foi desenvolvida no âmbito do programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos das Aldeias do Xisto, afirmando-se como um projecto âncora para a região, naquele que é o maior investimento numa iniciativa desta natureza em Portugal e que ronda um milhão de euros. A rota conta com a participação de 14 municípios e para este ano está também previsto o lançamento de um site na internet sobre a rota, além do lançamento de uma aplicação para dispositivos móveis. I.M.