Greve de 27 de Agosto: Meio milhão de euros para compensar passageiros, decide a APAVT

A APAVT, juntamente com os operadores turísticos seus associados, decidiu compensar os passageiros, através das agências de viagens, que foram prejudicados pela greve levada a cabo no passado dia 27 de Agosto nos aeroportos nacionais.

A compensação será da totalidade do valor dos serviços não utilizados, que a APAVT estima rondar o meio milhão de euros. Para tal “será levada a cabo através da emissão de vouchers em nome dos clientes afectados, no exacto montante não utilizado, que estes poderão utilizar, no prazo de um ano, única e exclusivamente nas agências de viagens onde originalmente adquiriram os respectivos serviços”, refere a Associação em comunicado.

“Apesar de todos termos a consciência de que esta contrapartida não é legalmente exigível aos operadores turísticos e às agências de viagens, a magnitude do problema, a defesa intransigente dos interesses dos viajantes e a própria credibilidade do sector, levaram a que a APAVT e o seu Capítulo de Operadores tivessem decidido por esta solução”, declara a propósito, o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira.

Refira-se que tratou-se da paralisação de 24 horas dos trabalhadores de empresas de segurança que asseguram o raio-x da bagagem de mão e o controlo dos passageiros nos aeroportos nacionais. Na ocasião, a ANA-Aeroportos de Portugal indicou que a greve afectou sobretudo os passageiros de Lisboa que, por haver menos pontos de controlo, fez aumentar o tempo de espera no acesso à zona de embarque, o que levou os passageiros a perder os voos ou os inicialmente marcados.