Grupo britânico reforça investimento em Cabo Verde

Segundo noticia a imprensa local, em seis anos o The Resort Group, especializado na construção de empreendimentos de luxo, prevê investir em seis resorts na ilha da Boavista, em Cabo Verde.

“Nas ilhas do Sal e da Boavista já investimos 180 milhões de euros, incluindo o investimento feito na construção do primeiro ‘resort’ na praia de Santa Mónica, faltando-nos investir 300 milhões de euros na finalização dos restantes cinco resorts nesta última ilha, projecto que estará concluído em 2023”, explicou o director do grupo para a área Internacional, David Dumbel, num recente encontro com a imprensa em Lisboa.

David Dumbel clarificou que os resorts que o grupo planeia construir irão ser geridos por parceiros estratégicos como a Meliá Hotels International, TUI Travel, Steigenberger and Resorts e Hilton Worldwide.

Na ilha do Sal, o grupo tem já três resorts, sob gestão da Meliá Hotels International e da TUI Travel, enquanto na Boavista, mais concretamente na Praia de Santa Mónica, vai abrir portas no final do próximo ano um outro resort que será também gerido pela Meliá. Também em Santa Mónica irá ser construído outro resort, que deverá ficar concluído em Setembro de 2019 e que levará a bandeira da Hilton

O grupo britânico escolheu Cabo Verde por ser “um destino bonito, seguro, estar bem posicionado em termos geográficos, de fácil acessibilidade, com voos diários de Inglaterra, Alemanha, Itália, Holanda, Espanha e dos países escandinavos, com boas infra-estruturas e praias únicas e maravilhas”, explicou David Dumbel, frisando que na próxima década o destino irá entrar em concorrência directa com as Caraíbas e as Canárias.