Grupo IAG nega interesse na aquisição de companhias europeias

O presidente executivo do grupo IAG, Willie Walsh, negou esta semana o interesse da holding que junta as companhias aéreas British Airways e Iberia na aquisição de outras companhias europeias, considerando que as oportunidades mais atractivas se encontram fora do território europeu e afastando desta forma qualquer interesse na aquisição da TAP. Em declarações durante um congresso mundial sobre companhias de baixo custo, Willie Walsh afirmou que ?não vê nada atractivo para comprar ou consolidar na Europa neste momento?, acrescentando que poderão ?existir mais oportunidades a nível global, fora de território europeu?, segundo informação veiculada pela Reuters. Com estas declarações, o presidente executivo do grupo IAG nega assim qualquer interesse na aquisição da TAP, negócio em que chegou a manifestar interesse durante o primeiro processo de privatização da companhia. No entanto, o grupo acabou por nem apresentar qualquer proposta pela companhia de bandeira nacional, uma vez que se propunha comprar apenas o negócio de aviação, deixando de fora a deficitária unidade de manutenção que a TAP tem no Brasil desde 2005. O Governo prepara-se agora para relançar a privatização da TAP, cuja primeira etapa acabou por não ser bem sucedida, com o Governo a chumbar a proposta do grupo Synergy, do empresário Germán Efromovich, que era o único candidato. I.M.