Grupo Lufthansa anuncia novos planos

Os planos estratégicos do grupo de aviação alemão passam por desenvolver uma série de acções que demonstrem a qualidade do seu produto, bem como a sua capacidade de inovação. A Lufthansa pretende cimentar a sua posição como primeira escolha para clientes, colaboradores, investidores e parceiros, pelo que vai desenvolver novas plataformas e apresentar produtos que possa disponibilizar tanto em serviços intercontinentais como no mercado europeu. De resto, no que diz respeito à aposta no mercado externo, o Grupo Lufthansa pretende intensificar a parceria com a Air China. Mas a sua estratégia, que visa ter estruturas optimizadas e de qualidade, apostando na inovação, aponta também para a intenção de estabelecer, em Berlim, o novo “Lufthansa Innovation Hub”. Até 2020, a Lufthansa deverá investir um total de 500 milhões de euros em qualidade e inovação. Também será criada a primeira base da Eurowings (low cost da Lufthansa) fora da Alemanha, em Basileia, na Suíça. As operações deverão iniciar-se no começo do próximo ano. Apesar dos investimentos que deverão ser feitos para levar a cabo os planos do grupo alemão, o executivo conta apresentar um lucro operacional de cerca de mil milhões de euros para o ano em curso, que poderá ser de 1,3 mil milhões de euros após ajustes pontuais. Carsten Spohr, presidente executivo e CEO da Deutsche Lufthansa AG, revela: “em 2020 pretendemos ter aumentado as nossas receitas de novos negócios, novas plataformas e empresas de serviços de 30% a 40% da nossa receita total”. T.S.