Grupo Pestana inicia 2ª fase do Pestana Tróia Eco-Resort & Residences

Lançada este mês, a segunda etapa do empreendimento, com um investimento que rondará os 5 milhões de euros, contempla a construção de três novos conceitos de casas, de três reconhecidos arquitectos. Do novo projecto, constam nove Beach Villas, com assinatura de Miguel Passos de Almeida; nove Tree Houses, de Rui Pinto Gonçalves; e dez Green Villas de Gonçalo Salazar de Sousa. Ao todo são mais 28 casas, a serem entregues no verão de 2014. As Beach Villas ficam mais perto da praia, as Tree Houses vão ser construídas em palafitas junto a uma área de pinhal intacta e as Green Villas são as mais pequenas e ficam mais perto da entrada do resort, sendo que todas as tipologias têm lotes privativos e piscina própria. Projectado para ser desenvolvido ao longo de dez anos, e em cinco fases, o resort, que tem 2 Kms de frente de praia protegida, incluirá, ainda, um hotel de apartamentos e uma ampla oferta de equipamentos de lazer e desporto como um ginásio e spa, club house com piscina interior e exterior, sala de jogos e leitura, clube para crianças e parque aventura, cortes de ténis, campos de jogos multiusos, restaurante, bar e apoio de praia. Com rendimento garantido, através da exploração hoteleira por parte do Grupo Pestana, que poderá render até 5% do investimento, as casas podem ser adquiridas por sistema de financiamento fraccional, um sistema de co-propriedade de casa de férias com um baixo investimento. Desta forma, cada proprietário pode usufruir da casa numa base rotativa, quinze dias, de dois em dois meses, durante todo o ano. Nesta segunda fase, cada fracção pode custar desde 55 mil euros. M.F.