Hotel de Longroiva abre no final do mês

O Hotel de Longroiva, do grupo Natura Empreendimento, abre no final do mês. Com um investimento na ordem dos cinco milhões de euros, o antigo edifício termal desta aldeia do concelho da Mêda foi transformado em hotel de charme, numa solução moderna que aproveita a encosta para ligar o passado do local, integrando na paisagem quartos, bungalows e o acesso às termas.

De acordo com o director de marketing da empresa, Ricardo Abreu, em declarações ao turisver.com, esta será uma unidade de 4 estrelas, mas com as valências de um 5 estrelas, destacando, por outro lado o design inovador do projecto assinado por Rebelo de Andrade, autor de obras como as Tree Snakes Houses, o eco-resort Pedras Salgadas.

A nova unidade terá 34 quartos (singles e duplos) e dez bungalows vocacionados para as famílias, um restaurante, duas salas de eventos e uma piscina exterior aquecida com água geotermal cuja temperatura média é de 40 graus, disse ainda o responsável, acrescentando que, apesar de ser um hotel termal, vai explorar todas as valências do espaço e da região, oferecendo experiências culturais, gastronómicas e vinícolas, já que está localizado na zona do Douro Superior.

Os promotores optaram ainda por usar materiais amigos do ambiente na construção, como a madeira e materiais biodegradáveis, para reduzir ao máximo a pegada ambiental.

A Natura Empreendimentos foi a única entidade a participar na hasta pública promovida pela Câmara da Mêda, em Abril de 2013, para concessionar a gestão do pólo termal de Longroiva. O grupo já tinha garantido a construção do hotel termal e vai agora gerir a unidade nos próximos 30 anos.

Actualmente, a empresa gere as termas do Cró, no concelho do Sabugal, onde construiu um hotel de quatro estrelas, inaugurado em Junho passado, uma unidade hoteleira também com design inovador que, juntamente com as termas gozam já uma grande notoriedade tanto na região como em Espanha.

Os dois projectos, de acordo com Ricardo Abreu, estão integradas na rede das aldeias históricas e, para tal, oferecem um conjunto de actividades que permitem o envolvimento dos seus hóspedes com as aldeias.