Hotel Turismo da Guarda concessionado à MRG no âmbito do Revive

A concessão, por 50 anos, foi atribuída ao agrupamento de empresas MRG onde irá investir 7 milhões de euros na recuperação do edifício onde nascerá um boutique hotel de 4 estrelas com preocupações de sustentabilidade ambiental e uma vertente de formação.

De acordo com uma informação da Secretaria de Estado do Turismo, o consórcio “fica com a concessão deste imóvel icónico durante 50 anos, mediante o pagamento de uma contrapartida anual de 63 mil euros. O investimento total para a recuperação do edificado está estimado em 7 milhões de euros”.

A MRG compromete-se a construir no imóvel uma unidade hoteleira “que ocupe no mínimo 55% da área bruta de construção”. Para o local, avança a mesma nota informativa, está previsto uma boutique hotel, de 4 estrelas, ligado ao tema da neve. A unidade irá oferecer 50 quartos e outras valências como spa (acessível também aos munícipes) e restaurante.

O hotel, que irá ter uma vertente de formação, terá também preocupações de sustentabilidade ambiental, como aquecimento de águas através de energia solar ou iluminação LED.

O concurso para o Hotel Turismo da Guarda foi o terceiro a ser lançado no âmbito do Revive. Posteriormente foi ainda lançado o concurso público para instalação de uma unidade hoteleira no Paço de Valverde, em Évora.

Prevê-se que sejam lançados em breve os concursos de concessão do Colégio de S. Fiel em Castelo Branco, do Convento de Santa Clara em Vila do Conde e da Coudelaria de Alter em Alter do Chão.