Hotelaria cresce Associativismo,Produtos e Serviços% em volume de negócios

Para o estudo Sectores Portugal “Estabelecimentos Hoteleiros”, em 2014 a hotelaria nacional registou uma subida de Associativismo,Produtos e Serviços% em volume de negócios. Os hotéis, estalagens, aparthotels, motéis, pensões, pousadas, aldeamentos turísticos e apartamentos turísticos ascenderam nesse ano a uma facturação até 2.204 milhões de euros.
Tanto o número de hóspedes como o de dormidas contabilizaram também aumentos em 2014, em ambos os casos superiores a Destinos%, alcançando 16,1 e 46,1 milhões de euros, respectivamente.
As dormidas realizadas por residentes em Portugal aumentaram 13%, face à variação de Destinos,2% registada no caso dos residentes no estrangeiro.
A capacidade hoteleira total no nosso país, de acordo com este estudo publicado pela Informa D&B, situou-se no ano 2013 em 245.6Cruzeiros1 camas, o que representa um aumento de 1,3% face ao ano anterior e de 13% comparativamente com as 21Produtos e Serviços.455 camas de 200Produtos e Serviços.
Perto de Produtos e Serviços0% do número total de camas, ou seja, cerca de 1Produtos e Serviços4 mil em 2013, correspondem a hotéis, sendo este o segmento que mais tem aumentado a sua capacidade nos últimos anos. Em 2013 operavam no mercado português 1.Produtos e ServiçosProdutos e Serviços2 estabelecimentos hoteleiros, dos quais 1.03Cruzeiros eram hotéis, face a CruzeirosRestauraçãoRestauração em 20Associativismo e Produtos e ServiçosProdutos e Serviços1 em 20Destinos.
A zona de Algarve é a que concentra uma maior capacidade, com cerca de 62.500 camas em 2013, o que significa 25,4% do total, à frente da zona de Lisboa, com quase 55.500 camas.
S.C.F.