Hotelaria de Lisboa: ocupação e revPar melhoram em Outubro

De acordo com os dados do Observatório do Turismo de Lisboa, a hotelaria da capital apresentou resultados positivos em Outubro no que toca à ocupação e revPar. Já os preços médios por quarto vendido baixaram nas três categorias de hotéis analisadas mas mantêm-se positivos no acumulado do ano. No mês de Outubro, a taxa de ocupação média por quarto na cidade de Lisboa foi de 80,67, o que representa um crescimento de 3,2%, face ao mês homólogo do ano. Por categoria de hotéis, os três estrelas registaram a taxa mais elevada, 85,94% (subida homóloga de 4%, embora o crescimento mais notável (+ 5,4%) seja apresentado pelos hotéis de cinco estrelas, alcançando os 68,96%. Os quatro estrelas registaram um aumento homólogo de 3,4%, para 85,17%. No acumulado do ano, a ocupação atingiu os 69,92%, o que indica um aumento de 2,1% face aos 10 primeiros meses do não passado. Neste caso, a maior subida, 4,5%, aconteceu nos 4 estrelas que registaram uma ocupação média acumulada de 73,95%, enquanto os cinco estrelas apresentaram um aumento de 1,7% para 59,13%. A única descida, residual, verificou-se nos 3 estrelas: -0,6% para 75,08%. Em matéria de Average (Preço Médio por Quarto Vendido), o mês de Outubro apresenta uma subida residual de 1,0%, reflectida no preço médio de 76,94 euros. No entanto, todas as categorias de hotéis apresentaram, em Outubro, decréscimos homólogos. O decréscimo de Average mais notório aconteceu nos 3 estrelas (-5,2% para 52,20 euros), seguindo-se os 5 estrelas (-2% para 123,03 euros) e os 4 estrelas (-0,8% para 65,47 euros). No acumulado do ano os resultados positivos verificados no Average estenderam-se às 3 categorias, com os 3 estrelas a manifestarem a maior subida homóloga: +3,4% para 51,49 euros. As unidades de 3 e 4 estrelas apresentam aumentos homólogos de 1,2%, para 63,28 euros no caso dos 4 estrelas e de 123,65 euros nos de categoria superior. Na cidade, o Average subiu 4,2% de Janeiro a Outubro, alcançando os 75,54 euros. No RevPar (Preço Médio por Quarto Disponível verifica-se um acréscimo de 4,2% face a Outubro do ano passado. Os cinco estrelas contribuíram para o maior aumento (+ 3,3% para 84,84 euros), enquanto os três estrelas foram os únicos a apresentar uma variação negativa de 1,4% para 44,86 euros. Já os 4 estrelas apresentaram um aumento homólogo de 2,6% para 55,76 euros. No acumulado de Janeiro a Outubro, o RevPar subiu 6,4% em Lisboa para 52,82 euros, com subidas em todas as categorias analisadas. O aumento mais expressivo aconteceu nos 4 estrelas, com +5,8% para 46,79 euros. Seguiram-se os 5 estrelas com +3,0% para 73,11 euros, e por último os 3 estrelas com +2,7% para 38,66 euros. M.F.