Hotelaria em Abril: mercados externos com comportamentos diversos

Num mês em que as dormidas de não residentes observaram uma ligeira quebra, os mercados internacionais tiveram reacções diversas entre si. O maior crescimento pertenceu ao mercado britânico enquanto, no pólo oposto, esteve o mercado espanhol. Os dados são do INE Representando 23,3% das dormidas de não residentes, o mercado britânico foi o que apresentou maior crescimento, +13,3%, enquanto o alemão, que representa15,5% das dormidas de estrangeiros, registou uma variação homóloga positiva de 12,7% nas dormidas. Já o mercado holandês, com um peso de 6,3%, registou um acréscimo de 4,5%. O mercado irlandês (3,1% das dormidas de estrangeiros) cresceu 2,3%. No pólo oposto, o mercado francês, com uma quota de 9,1%, decresceu 2,6% enquanto o mercado espanhol, com 6,8% das dormidas, registou em Abril a maior quebra entre os vários mercados estrangeiros: -52,4%. Também o mercado brasileiro (3,9% das dormidas de não residentes) registou uma redução homóloga de 2,0%,contrariando os sucessivos crescimentos que vinha registando. M.F.