Hotelaria de Lisboa cresce em Average e RevPar em Setembro

Durante o mês de Setembro, o Average na hotelaria da cidade de Lisboa fixou-se nos 102,41 euros, com as unidades de três estrelas a registarem a maior taxa de crescimento (8,2% para 72,42 euros), enquanto o RevPar possui todos os indicadores com valores positivos, com as unidades de 3 estrelas a destacarem-se com uma taxa de variação de 6,7%, com um valor de 68,31 euros.

De acordo com o Observatório do Turismo de Lisboa, o acumulado de Janeiro a Setembro registou subidas de RevPar em todas as unidades, alcançando um valor total médio de 69,79 euros face aos 65,81 euros registados em 2015, o que se traduz numa variação positiva de 6%.

No que diz respeito à ocupação média por quarto, em Setembro, as unidades de cinco estrelas foram as únicas a registar uma variação positiva (0,3%), face ao período ho­mólogo de 2015. No acumulado de Janeiro a Setembro, as unidades de três estrelas registaram uma variação positiva de 0,2%, com um valor médio de 80,36%, quando comparado com o período homólogo de 2015.

Em relação à região de Lisboa, o Observatório do Turismo indica que em Setembro, apenas as unidades hoteleiras de cinco estrelas registaram uma taxa da variação positiva na ocupação média por quarto, com 0,3% e um valor total médio de 84,30%, face ao mesmo período homólogo de 2015. De Janeiro a Setembro este indicador atinge os 75,13%, o que corresponde a uma subida de 0,7% face ao mesmo período homólogo.

No Average, há um acréscimo em todas as cate­gorias das unidades hoteleiras, chegando aos 100,26 euros, o que se traduz numa subida de 5,8%. No entanto, é nas unidades de três estrelas que este indicador se destaca, atingindo os 71,83 euros e um aumento de 9,3%.

Quando ao RevPar, os valores são positivos em todas as unidades hoteleiras com as unidades de três estrelas a alcançarem o aumento mais elevado (+8,9%), enquanto o preço médio por quarto disponível conheceu um crescimento de 5,3%, fixando-se em 90,82 euros.