Iberia e British vão cobrar por reservas efectuadas através dos GDS

A taxa a cobrar por reservas efectuadas através dos GDS vai ser de 9,5€ (19€ para bilhete de ida e volta) e começará a ser aplicada no primeiro dia do próximo mês de Novembro, anunciaram as companhias em comunicado.

Em comunicado difundido para as agências de viagens em Espanha e na Grã-Bretanha e que está a ser citado pelos órgãos de comunicação internacionais, as companhias aéreas Iberia e British Airways, que lideram a IAG, anunciam alterações no processo de distribuição a partir de 1 de Novembro e avançam que vão criar uma plataforma web de reservas destinada às agências de viagens mas que poderá abranger também os consolidadores e as OTA (agências online).

Será, avançam as companhias, através desta plataforma que as agências de viagens deverão fazer as suas reservas, para que não sejam obrigadas a pagar os 9,5€ de fee por reserva (19€ para um trajecto de ida e volta) que serão cobradas às reservas efectuadas através de sistemas GDS.

Em comunicado emitido por ambas as companhias é explicado que a taxa será aplicada “a todas as reservas que não sejam feitas em conexões baseadas em NDC (New Distribution Capability da IATA) ou outros canais de baixo custo, como os nossos websites, escritórios de vendas e call centers”.

A medida agora tomada pela Iberia e pela British vem no seguimento da prática da Lufthansa que há cerca de dois anos começou a cobrar 16€ por reservas efectuadas fora da sua plataforma web. Já no passado mês de Abril, outra companhia seguiu as mesmas pisadas, a Ukraine.