Indonésia implementa nova política de vistos turísticos

O governo indonésio acaba de conceder isenção de vistos a cidadãos de 169 países com o objectivo de atrair um maior número de turistas internacionais ao país.

Esta medida de simplificação dos procedimentos de viagens vem ao encontro do estudo levado a cabo pela OMT e CMVT que mostra que a agilização dos vistos nas economias dos países que formam a Associação de Nações do Sudoeste da Ásia (ASEAN) poderá crescer entre 333 mil e 654 mil novos postos de trabalho no período de três anos.

A política de vistos desenhada pela Indonésia é válida para estadias máximas de 30 dias, não apresenta restrições em relação ao número de entradas num ano, mas impede solicitar extensões de estadia. Os cidadãos dos países isentos podem entrar na Indonésia por qualquer dos postos de controlo de imigração existentes no país.

Ainda segundo o estudo da OMT sobre o impacto de agilização de vistos nos países membros da ASEAN, a região poderá receber entre seis a 10 milhões de chegadas de turistas internacionais, e as receitas turísticas poderão estar 7 mil milhões e 12 mil milhões de dólares, para recordar que em 2015, cerca de 39% da população mundial já podia viajar em turismo sem obter um visto convencional antes da viagem, quando em 2008, essa percentagem era apenas de 23%.