INE: 1M de hóspedes e 2,5M de dormidas na hotelaria em Janeiro

O INE divulgou esta quinta-feira que durante o mês de Janeiro, os estabelecimentos hoteleiros e similares registaram 1 milhão de hóspedes e 2,5 milhões de dormidas, que corresponderam a subidas de 3,7% e 5,1%, respectivamente.

No entanto, quando comparado com o mês anterior verifica-se uma desaceleração, já que as variações tinham sido de +11,5% e +10%, respectivamente.

Dados da actividade turística indicam que o mercado interno contribuiu com 764,8 mil dormidas, que representaram um crescimento de 7%, e que os mercados externos atingiram os 1,8 milhões de dormidas, com um crescimento de 4,3%. Tanto o mercado interno como o externo tiveram maiores subidas em Dezembro do ano passado.

As dormidas em hotéis apresentaram um crescimento de 6,4%, com destaque para a evolução apresentada pelas unidades de três estrelas, que cresceram quase 9%, e os apartamentos turísticos, cuja subida foi cima dos 11%.
No que se refere às dormidas dos principais mercados externos, enquanto o britânico manteve a tendência dos últimos meses, tendo recuado 7,2% e o alemão com uma ligeira redução de 0,5%, os mercados espanhol e o francês subiram 4% e o francês 16,3% respectivamente, mas foi a Suécia que evidenciou ou crescimento maior, de 50,9%. São também de destacar as evoluções dos mercados norte-americano (+22,0%) e brasileiro (+15,3%).

Durante o mês em análise, a estada média (2,47 noites) cresceu 1,4%, com o único contributo positivo da parte dos residentes (+3,9%), dada a diminuição, ainda que residual, da estada média dos não residentes (-0,1%). A taxa líquida de ocupação-cama situou-se nos 30%, com um aumento de 1,1 p.p. Em Dezembro a subida tinha sido de 2,2 p.p.