INE: Hotelaria nacional contabilizou 57,5 milhões de dormidas em 2017

Resultados preliminares de 2017 sobre a actividade turística divulgados esta quarta-feira pelo INE indicam que a hotelaria nacional registou 20,6 milhões de hóspedes que totalizaram 57,5 milhões de dormidas, correspondendo a subidas de 8,9% e 7,4%, respectivamente, face a 2016.

No entanto verificou-se um abrandamento na trajectória de crescimento anual, uma vez que em 2016 o número de hóspedes tinha subido 9,2% e o de dormidas 9,6%.

Para estes resultados, o mercado interno contribuiu com 15,9 milhões de dormidas (+4,1%) e os mercados externos com 41,6 milhões de dormidas (+8,6%).

No período em análise, todas as regiões apresentaram aumentos nas dormidas, sobressaindo os Açores (+15,8%) e o Centro (+14,5%). No entanto, o Algarve foi a região que concentrou o maior número de dormidas (33,1%), seguindo-se a área metropolitana de Lisboa (24,9%).

De acordo com o INE, em 2017 verificou-se um acréscimo de 3,9 milhões de dormidas em toda a hotelaria nacional, sendo que 29% situou-se na região de Lisboa, que adicionou 1,1 milhões de dormidas quando comparado com o ano anterior, o Algarve mais 963 mil (+24,4%), e o Centro com mais 716,8 mil, correspondendo a uma subida de 18,2%.

Em 2017, as maiores variações relativas das dormidas de residentes registaram-se nos Açores (+18,7%) e Alentejo (+9,5%), enquanto as de não residentes sobressaíram no Centro (+29,5%), Alentejo (+15,9%) e Açores (+13,8%). No período em análise a estada média reduziu-se 1,4% para 2,79 noites.

Os resultados preliminares registados pelo INE dizem ainda que a taxa líquida de ocupação-cama fixou-se em 51,6% (+2,3 p.p.), com um aumento inferior ao verificado no ano anterior (+3,1 p.p.).

Quando analisado apenas o mês de Dezembro, dados do INE indicam que

o mercado interno manteve a tendência de aceleração crescendo 10,5% (+7,2% em Novembro), com um total de 994,8 mil dormidas, enquanto os mercados externos mantiveram o crescimento verificado no mês anterior, que foi de 9,4%, totalizando 1,7 milhões de dormidas.