INE: Lisboa volta a liderar aumento das dormidas

A tendência vem praticamente desde o início do ano e em Novembro não foi diferente, já que o número de dormidas em Lisboa manteve a tendência positiva, e foi mesmo líder no aumento das dormidas, como revelam os dados publicados ontem pelo INE. Em Novembro, Lisboa liderou no crescimento dos resultados das dormidas, com um acréscimo homólogo de 14,2% para 604,7 mil. Seguiram-se as regiões Norte (+10,4% para 284,5 mil dormidas), o Algarve (+9,2% para 467,1 mil) e a Madeira (+8,8% para 348 mil), com o INE a destacar que “a evolução positiva da Madeira sucede-se a um período de oito meses consecutivos de resultados homólogos negativos”. Todas as outras regiões registaram quebras no número de dormidas, que foram mais acentuadas nos Açores (-18,7% para 34,9 mil). No Centro, a descida foi de 8,2% para 196,9 mil dormidas, enquanto no Alentejo, com -3,6%, foram registadas 59,9 mil dormidas. No que se refere às dormidas de residentes, registaram-se decréscimos em todas as regiões à excepção do Norte (+5,9%). Já a evolução das dormidas de não residentes foi maioritariamente positiva com destaque para o Alentejo (+21,7%) e Lisboa (+21,6%). O INE sublinha ainda que o aumento de dormidas verificado em Lisboa beneficiou da procura crescente dos seus principais mercados emissores nomeadamente o espanhol (+22,1%), o brasileiro (+16,2%) e o alemão (+14%). Já na região Norte, onde as dormidas dos residentes representaram 57% do total, há a destacar ainda a evolução positiva do mercado francês, responsável por +45,3% de dormidas que em Novembro de 2011, e do espanhol, com +10,5% M.F.