INE: Mais dormidas em todas as regiões em Junho

Os resultados do INE divulgados quarta-feira reflectem uma subida generalizada do número de dormidas em todas as regiões do país, comparativamente a Junho do ano passado. No Continente, o destaque vai para o Norte, com um aumento homólogo de 15,9% no número de dormidas, sendo que os não residentes contribuíram com um acréscimo de 21,1% e os residentes com +10,5%. As Regiões Autónomas registaram acréscimos igualmente significativos (+13,0% nos Açores e +10,0% na Madeira). Seguiu-se Lisboa, com +9,9%. Embora com resultados positivos em Junho, o INE frisa no entanto que ?os crescimentos verificados nos últimos dois meses no Centro e no Alentejo não foram suficientes para compensar os resultados desfavoráveis registados no período Janeiro-Abril, implicando que, naquelas regiões, a evolução no acumulado do 1º semestre tenha sido de -0,9% e -2,9% respetivamente. O INE refere ainda o facto de as dormidas de estrangeiros terem aumentado expressivamente nos Açores (+27,0%), no Norte (+21,1%) e em Lisboa (+13,7%), tendo no entanto descido no Alentejo (-20,4%) e no Centro (-1,6%). Com a taxa média de ocupação a fixar-se nos 49,9% (+3,1 p.p.) as regiões com maior taxa de ocupação foram a Madeira (65,4%), Lisboa (57,5%) e o Algarve (57,0%). Os Açores foram, no entanto, a região com maior crescimento em termos homólogos (+6,0 p.p.), seguindo-se a Madeira (+5,5 p.p.) e Lisboa (+4,7 p.p.). M.F.