INE: Proveitos aumentam em todas as regiões com destaque para Lisboa

Todas as regiões do país apresentaram aumentos significativos dos proveitos, com Lisboa à cabeça (+30,6% nos proveitos totais e +34,4% nos de aposento, face a +17,6% e +18,4% em Outubro, respectivamente).

Dados divulgados esta segunda-feira pelo INE, referentes à actividade turística no mês de Novembro, referem também ao bom desempenho do Norte com +23,5% de proveitos totais e +28% nos de aposento, bem como o Algarve (+25,5% e +26,5%, respectivamente).

Em Novembro, os proveitos totais da hotelaria atingiram 153,7 milhões de euros e os de aposento 106,2 milhões de euros (+23,6% e +26,2%), acelerando face ao mês anterior (+20,4% e +21,8%). O INE indica ainda que, de Janeiro a Novembro a evolução foi um pouco menos expressiva (+17,1% de proveitos totais e +18,1% de proveitos de aposento).

No período em análise, o RevPAR registou uma subida de 23,2%, situando-se nos 28,1 euros, ou seja, superior a Outubro em que o aumento tinha sido de 16,4% e Setembro (+12,1%).

No acumulado dos 11 meses de 2016, o RevPAR atingiu 44,3 euros (+13,6%), sendo Lisboa a liderar o aumento com 31,8%, atingindo os 51,9 euros, seguindo-se das regiões Norte com subida de 29,3% e o Algarve (+24,2%).

Neste indicador, de acordo com o INE, destacam-se as unidades hoteleiras de quatro e cinco estrelas com aumentos de 28,8% e 20,2%, respectivamente, tendo chegado aos 33,4 euros e 57,4 euros.