INE: Proveitos da hotelaria ultrapassam os 138M€ em Janeiro

Tal como as dormidas, dados do INE divulgados esta quinta-feira dizem que em Janeiro os proveitos totais desaceleraram face ao mês anterior, embora tenham crescido 12,2% (+17,5% em Dezembro) tendo atingido os 138,2 milhões de euros. 

No mesmo mês, os proveitos de aposento subiram 14% (+21,0% no mês anterior) e atingiram 96,2 milhões de euros.

Por regiões, os destaques vão para os Açores que sobem quase 20% nos proveitos totais e quase 18% nos de aposento, o Centro (+15,4% e +16%, respectivamente) e região de Lisboa (+13,7% e +16,5%, respectivamente).

Já o rendimento médio por quarto disponível (RevPar) situou-se nos 25,1 euros em Janeiro, o que se traduziu num aumento de 11,6%. Mesmo assim em Dezembro a evolução tinha sido de 18,4%. Neste indicador, os resultados mais elevados tiveram lugar na área metropolitana de Lisboa (41,6 euros), seguindo-se a Madeira (37,9 euros), mas os maiores crescimentos foram para o Centro (+13,8%), Algarve (+13,6%) e região de Lisboa (+13,3%), tendo sido transversal nas diversas tipologias de unidades hoteleiras.

Para a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, “o turismo está a crescer de forma sustentada, ultrapassando pela primeira vez um milhão de hóspedes no mês de Janeiro, mês de época baixa”, para acrescentar que “estamos também a conseguir diversificar mercados, captando de uma forma mais eficaz os que estão disponíveis para viajar nestas alturas do ano e que gastam mais no território, de que é exemplo o crescimento de 50% do mercado sueco e dos mercados americano e brasileiro em Janeiro”.