Inovação e políticas públicas do turismo português distinguidas pela OMT

O projecto formativo das escolas do Turismo de Portugal – denominado Tourism Training Talent – foi galardoado esta quarta-feira, na categoria Inovação e Políticas Públicas, na 14ª edição dos prémios da OMT, pelo seu exemplo de capacitação das futuras gerações de recursos humanos do sector.

Para comentar este primeiro prémio, o presidente do Turismo de Portugal, refere que “dá-nos a certeza de que, apesar de ambiciosa, a estratégia que foi delineada e as consequentes mudanças que implementámos, eram imperativas num mercado em constante mutação”.

De acordo com Luís Araújo “propomos um sistema de formação inovador, onde as pessoas e o seu talento são a base do sucesso de um sector”, para acrescentar que “pretendemos formar profissionais com empregabilidade que contribuam para tornar Portugal, cada vez mais, um destino turístico de excelência, um país onde o trabalho foi valorizado e onde se investiu nas pessoas, nas suas qualificações, qualificando as profissões do turismo e atraindo talento”.

Com o objectivo de contribuir para a inversão da pirâmide de formação (60% dos recursos humanos com ensino secundário ou técnico profissional), o Turismo de Portugal criou um novo programa na sua rede de 12 Escolas de Turismo, que denominou Tourism Training Talent (TTT), focado essencialmente no talento das pessoas, no desenvolvimento de soft skills, na inovação e na internacionalização dos profissionais do turismo, como base de sucesso do sector em Portugal.

Empenhado na formação de bons profissionais, abertos à inovação, às transformações do negócio, versáteis, empreendedores e com capacidade para acompanhar as novas tendências, o Turismo de Portugal lançou dois programas de aceleração, o Tourism Creative Factory e o Open Kitchen Labs, com propostas de acompanhamento à criação de micro-negócios e desenvolvimento de ideias de negócios específicas para o sector, com uma forte interligação à economia de base regional. Foi também criado um projecto diferenciador no sistema formativo, a plataforma on line Connective, que proporciona aos alunos das Escolas de Turismo o acesso a uma vasta rede de mentoring de âmbito internacional, permitindo exponenciar o sucesso da sua formação e perspectivas de carreira.

O TTT visa o aumento das competências dos alunos e profissionais, adaptando a sua formação às novas tendências, abrindo as escolas à comunidade e incentivando o empreendedorismo, ampliando o papel da formação a outras actividades e valorizando as carreiras, promovendo o trabalho no turismo. Assim, foi realizado um extenso trabalho de revisão dos curricula de todos os cursos de especialização tecnológica, incorporando disciplinas e métodos inovadores de aprendizagem em artes performativas, no digital, em gestão e comunicação, adequados aos novos perfis de turistas, às novas tendências e como resposta directa à evolução do mercado.

Refira-se que este ano foram criados mais 58.000 empregos no sector. A aposta nas pessoas é uma das prioridades da estratégia turística nacional (ET27).