Interesse das cadeias hoteleiras internacionais por Portugal está a aumentar

Esta é a opinião da consultora Worx que realça a inauguração de 19 novas unidades hoteleiras em Portugal no primeiro semestre deste ano, avançando que até ao final do ano irão abrir mais 21. O aumento do investimento está directamente relacionado com os bons resultados turísticos do país.

A dominar o panorama da oferta hoteleira em Portugal deverão continuar a estar, avança a consultora imobiliária, “tipologias de pequena / média dimensão”. Entre estas, alerta, uma das prioridades tem que ser colocada pelos investidores nos “factores de diferenciação” e no direccionamento das unidades “para segmentos nicho com qualidade elevada e serviço personalizado”.

A abertura de dezenas de unidades hoteleiras por ano e o crescente interesse dos empresários em investir, nomeadamente no que concerne a marcas internacionais, “é um comportamento desencadeado pela tendência de procura elevada e interesse no produto turístico nacional” refere a consultora imobiliária que aponta a qualidade da oferta como uma das vantagens competitivas do destino.

Prova disso, sublinha, são os “vários reconhecimentos internacionais atribuídos por publicações de imprensa de renome internacional”, a que se soma “a promoção e a realização consecutiva de importantes eventos, como é o caso do Web Summit ou da Red Bull Air Race, que têm contribuído para um aumento da atractividade” do país.

O departamento de Research & Consulting da Worx refere propósito que se verifica “um crescente interesse em investir. A procura de oportunidades de expansão por parte de diversos investidores e cadeias hoteleiras internacionais é uma realidade cada vez mais presente e que faz mover o mercado, levando o nome de Portugal além-fronteiras”.

“Seja com vista à optimização das suas operações, à concretização de uma transacção ou ao desenvolvimento de planos de expansão, os activos hoteleiros em território nacional estão no radar dos investidores nacionais e internacionais”, afirma a Worx.