Investimento até 100 M€: Mundo do Vinho no coração de Vila Nova de Gaia

No coração do centro histórico de Vila Nova de Gaia vai nascer um Mundo do Vinho, mais concretamente, ali nascerá o World of Wine. Propositadamente ou não será provavelmente pelas iniciais WoW que ficará conhecido este projecto que nascerá da conversão do património do grupo The Fladgate Partnership, tendo por base um investimento entre os 80 a 100 milhões de euros.    

                    

Ocupando uma área superior a 30.000m2, onde “moravam” os armazéns do vinho do Porto, o projecto irá aumentar exponencialmente o número de espaços que podem ser conhecidos e explorados pelos turistas, aos quais passarão a ser oferecidas cinco experiências diferenciadas: Wine Experience para contar a história dos vinhos portugueses da vinha à garrafa; Cork Experience que conta a história da cortiça que rolha as garrafas de vinho; Porto Through the Ages (os mais de dois mil anos de histórica da cidade Invicta);  Fashion & Design Museum para dar a conhecer a indústria da moda e do design, a Norte; e  The History of Drinking Vessels que conta como os copos para beber vinho foram mudando através dos tempos.

Com previsão de abertura para Junho de 2020, o projecto irá envolver um investimento entre os 80 e os 100 milhões de euros e irá criar, durante a construção, 150 postos de trabalho e depois de aberto 350, directos.

Trata-se de um grande complexo cultural, de retalho e restauração, que pretende ser um importante centro para a expansão do turismo e que visa servir 560.000 visitantes, que realizarão no World of Wine mais de 1 milhão de visitas culturais.

Por isso, Adrian Bridge, director-geral da The Fladgate Partnership, sublinha a propósito que “as empresas de turismo e hospitalidade vão beneficiar do aumento da procura gerado pelo World of Wine, através do aumento da estadia média dos hóspedes e da redução do efeito da sazonalidade, associado aos períodos de ocupação mais baixa, entre Novembro e Março”.

Uma escola de vinho, 12 áreas de restauração, espaço de eventos, lojas, espaços para exposições temporárias e estacionamento subterrâneo para 150 viaturas, completam o projecto apresentado no final da semana passada.